Oferta!

A vida e as lutas dos trabalhadores negros, por George Padmore

R$38,00

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL – ENTREGAS A PARTIR DE 22/11]

Escrito pelo pan-africanista comunista George Padmore, a pedido do Comitê Sindical Internacional dos Trabalhadores Negros e publicado em 1931, em Londres, pela editora da Internacional Sindical Vermelha, esta publicação tinha três finalidades: “Apresentar brevemente um pouco das condições de vida dos operários e camponeses negros em diferentes partes do mundo; enumerar algumas das lutas que tentaram travar a fim de se libertar do jugo do imperialismo; e, indicar, de uma forma geral, as tarefas do proletariado nos países avançados, para que os milhões de trabalhadores negros possam estar mais bem preparados para continuar as lutas contra seus opressores imperialistas brancos e exploradores nativos (da mesma raça), e unir forças com seus irmãos brancos contra o inimigo comum – o capitalismo mundial.”

Tradução: Jorge Fonseca de Almeida

Descrição

[PRÉ-VENDA PROMOCIONAL – ENTREGAS A PARTIR DE 22/11]

Escrito pelo pan-africanista comunista George Padmore, a pedido do Comitê Sindical Internacional dos Trabalhadores Negros e publicado em 1931, em Londres, pela editora da Internacional Sindical Vermelha, esta publicação tinha três finalidades: “Apresentar brevemente um pouco das condições de vida dos operários e camponeses negros em diferentes partes do mundo; enumerar algumas das lutas que tentaram travar a fim de se libertar do jugo do imperialismo; e, indicar, de uma forma geral, as tarefas do proletariado nos países avançados, para que os milhões de trabalhadores negros possam estar mais bem preparados para continuar as lutas contra seus opressores imperialistas brancos e exploradores nativos (da mesma raça), e unir forças com seus irmãos brancos contra o inimigo comum – o capitalismo mundial.”

Tradução: Jorge Fonseca de Almeida

Informação adicional

Peso 0.410 kg
Dimensões 14 × 21 × 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A vida e as lutas dos trabalhadores negros, por George Padmore”