Categoria: Crítica

Forma e conteúdo na organização política: em defesa da estratégia da Revolução Socialista no Brasil

Gabriel Lazzari No dia 23 de maio, o companheiro Sérgio Granja lançou no portal Contrapoder o artigo Centralismo democrático ou burocrático?, em que utiliza uma série de argumentos contra o centralismo democrático como método de trabalho de uma organização política. A empreitada, nada inédita, já foi feita por diversos teóricos da luta social, tanto à

Leia mais »

Capitalismo, forma tecnociência e subjetividades no pós-fordismo

Por Maria Eduarda Sampaio de Sousa[1] e Pedro Henrique Juliano Nardelli[2] A valorização do valor é a base do modo de produção capitalista, que tem a forma-mercadoria seu elemento fundamental. Neste trabalho, é apresentada uma tese que aponta a existência de uma forma-tecnociência diretamente derivada da forma-mercadoria e necessária ao Capital. 

Leia mais »

O marxismo de 68

Por David Pavón-Cuéllar, via blog do autor, traduzido por Reginaldo Gomes Intervenção apresentada com o título “El 68 fue también marxista” como réplica à conferência “El 68 no fue marxista” de Patrick Llored, professor da Universidade de Lyon, em 31 de outubro de 2018, no Coloquio Internacional Movimientos Sociales: a 200 años de Marx y

Leia mais »

O Retorno do político e da política

Por Jorge Alemán, traduzido por Maria Caroline C. Gomes O pequeno excerto abaixo se trata de uma intervenção no “Foro Nacional y Latinoamericano por una Nueva Independencia (Tucumán)”, com Ricardo Forster, Juan Carlos Monedero e Enrique Dussel, e foi publicado no livro Horizontes neoliberales en la subjetividad. Olivos: Grama Ediciones, 2016. É dedicado a Juan

Leia mais »

Sobre Psicanálise e Marxismo: uma heresia? (Ou um debate sobre falsas premissas)

Por Heribaldo Maia[1] Hic Rhodus, hic salta! A história do marxismo é a história de assimilações O pensamento marxiano, ligado diretamente aos textos de Marx e Engels, já nasceu de um longo e conflituoso processo de assimilações teóricas que, tomadas isoladamente, eram, em vários pontos, pouco compatíveis e até antagônicas. Se levarmos em consideração a

Leia mais »

Tática e guerra

Por György Lukács [1] [2], traduzido[3] por Caique de Oliveira Sobreira Cruz[4] e Manassés de Jesus Santos Júnior[5]. Na ação política, a posição e o significado da tática diferem muito, em todos os partidos e classes, de acordo com a estrutura e o papel histórico-filosófico particular desses partidos e classes: se definirmos a tática como

Leia mais »