Etiqueta: Dialética

Walter Benjamin e a verdadeira urbanização da hermenêutica

Por Luis Eduardo Gomes do Nascimento, em memória de minha Avó Aurelina, que não conheceu a escrita, mas lia o mundo. Em debate com Gadamer, Habermas afirmou que o projeto de Gadamer pode ser caracterizado como a urbanização hermenêutica de Heidegger. É verdade que as metáforas de Heidegger originam-se do campo; mas, para além de uma

Leia mais »

Arte como desvão dialético entre o homem e a História – Considerações sobre o filme “Only Lovers Left Alive” de Jim Jarmusch

Por Marcia Fontes, Mestre em filosofia pela UNICAMP e professora no IFS Como toda obra alegórica, Only Lovers Left Alive (2014) de Jim Jarmusch é uma obra aberta em sua potência e significados. O diretor se apropria da temática de filme de vampiro muito mais pela ideia de como estes seres podem representar o espelho

Leia mais »

Hegel e Freud: entre Aufhebung e Verneinung

Por Alenka Zupančič, via Crisis and Critique, traduzido por Ramon Frias e Daniel Alves Teixeira, membros do Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia. Em seu curto comentário falado ao artigo de Freud sobre a Verneinung, que ele deu ao convite de Lacan, Jean Hyppolite pontua a extraordinária dimensão “filosófica” (especulativa) do artigo de Freud.

Leia mais »

O Dialético Ilyenkov

Por Alexei Tsvetkov, via ОТКРЫТАЯ ЛЕВАЯ, traduzido por Oleg e Anna Savitskaia Quando começou o conflito militar entre a China e o Vietnã, ele estava em prantos ao lado do receptor de radio e recusava-se a falar com quem quer que fosse. Sartre poderia ter escrito um livro e Goddard feito um filme sobre uma pessoa

Leia mais »

O fascismo da batata: Crítica de Badiou a Deleuze

Por Alain Badiou, via Scribd, traduzido por Matheus Cornely e Daniel Alves Teixeira Hoje podemos elaborar o balanço – ontológico – mais geral dos anos 60 e 70. No cerne da questão, há a ideia de que o levante de massas de maio de 68 – como revolta popular sem precedentes – aos olhos de

Leia mais »