Etiqueta: Alain Badiou

Porque o ecossocialismo precisa de Marx

Por Kohei Saito, via Monthly Review, traduzido por Débora Cunha Em seu recente prefácio à segunda edição de Marx e a Natureza de Paul Burkett, John Bellamy Foster refletiu sobre uma mudança significativa nas atitudes da esquerda em relação à ecologia de Marx: “Hoje, a compreensão de Marx do problema ecológico está sendo estudada em

Leia mais »

“Derrubar tudo isso é possível”: LavraPalavra entrevista Jodi Dean

Por Marcelo Bamonte e Jodi Dean A intelectual comunista e professora universitária estadunidense Jodi Deean reflete sobre o estágio organizativo da esquerda radical, a partir de sua teoria do corpo e do sujeito político, buscando respostas que capacitem as forças revolucionárias a assumir uma posição dirigente na luta de classes.

Leia mais »

Os quatro princípios do marxismo

Por Alexis Cukier e Isabelle Garo, via Positions Politics, traduzido por Diogo Fagundes Nessa pequena entrevista conduzida por Alexis Cukier e Isabelle Garo em 2019, o filósofo francês Alain Badiou fala sobre o que considera ser quatro princípios fundamentais do marxismo. Trata também da conjuntura e das lições de maio de 1968 na França, bem como

Leia mais »

Sobre a conjuntural atual

Por Alain Badiou, via Quartier Général, traduzido por Daniel Alves Teixeira e Maria Betânia Ferreira Champagne, publicado em parceria com os Tradutores Proletários. O que eu gostaria de ter falado esta noite, mas que não pude em razão de problemas pessoais, é uma resposta à seguinte pergunta, sobre a palavra que nos une em princípio,

Leia mais »

13 teses e alguns comentários sobre a política hoje

Por Alain Badiou, traduzido por Diogo Fagundes, trecho extraído do livro “Je vous sais si nombreux” (Ed. Fayard, Paris, 2017) Estas teses e seus respectivos comentários foram proferidas em uma palestra para jovens franceses no ano de 2017. Podemos notar, além de teses reminiscentes da Organisation Politique (1985-2007), como as de número 11 e 12,

Leia mais »

Pensando o Evento

Por Alain Badiou, em Philosophy in the Present, traduzido por Rodrigo Gonsalves A filosofia pode funcionar com base em signos políticos, pode constituir problemas usando signos políticos. Mas isso não significa que possa ser confundida com a própria política. Isso significa que podemos muito facilmente imaginar que, em um dado momento, certas circunstâncias podem ser

Leia mais »

Filosofia e desejo de filosofia

Por Alain Badiou, traduzido por Daniel Alves Teixeira, trata-se do Capítulo 2 do livro Metafísica da Felicidade Real, editora PUF, Paris, 2015. Como muitos leitores o sabem – Rancière e seus amigos deram uma vez esse título a bela revista que eles haviam fundado -, Rimbaud utiliza uma estranha expressão: “as revoltas lógicas”. A filosofia

Leia mais »

Sei que vocês são muitos – 13 teses sobre a política

Por Alain Badiou, traduzido por Diogo Fagundes Estas teses compõem o sumário de uma das duas palestras, dirigidas ao grande número de jovens que se reuniram no Liceu Henri-IV e na École Nationale des Beaux-Arts de Paris para ouvi-lo falar em 2017. Alain Badiou afirma que ainda estamos firmemente enraizados no Neolítico, subjugado pelas estruturas

Leia mais »